Há solução para manchas na pele: Cápsula oral, protetor solar e produtos eficientes e não muito caros são usados como alternativa para o tratamento

 

Quando o bronzeado vai perdendo a cor, é hora de lembrar das manchas na pele, que ficam mais em evidência assim que o verão passa. Elas não escolhem cor nem idade. Aparecem, inclusive, em peles de pessoas jovens e com a tonalidade mais escura. O lado bom? É que há tratamento com produtos eficientes no mercado e não muito caros. A médica Daniela Saporiti, pós-graduada em Dermatologia, explica quais são as mais comuns e como tratá-las.

MELASMA: é o aparecimento de manchas escuras na face, principalmente nas regiões malares, testa, lábio superior e têmporas. Elas normalmente têm limites precisos e são irregulares, formando placas que, em seu contorno, apresentam pontilhado pigmentar. Geralmente estão relacionadas à gravidez ou ao uso de anticoncepcionais hormonais, tendo como fator desencadeante a exposição da pele ao sol.

Aparecimento: a doença predomina em mulheres. A tendência genética e a raça também podem influenciar.

Classificação da mancha: epidérmica (mais superficial e que responde melhor ao tratamento), dérmica (mais profunda e de tratamento mais difícil) ou mista.

Cuidados: para evitar ou controlar o melasma, a pessoa não deve se expor ao sol nem ao mormaço sem o filtro solar. O ideal é retocar o protetor a cada três horas. Se a mancha aparecer durante a gestação, ela tende a regredir sozinha, sem nenhum tratamento. Porém, o uso de cremes ajuda a acelerar o desaparecimento.

Tratamento: é feito com o uso de substâncias despigmentantes tópicas. Pode ser associado a alguns tipos de para aumentar a eficácia.

– Também sugiro algumas cápsulas orais, com efeito fotoprotetor, à base de luteina, polypodium leucotomos e picnogenol. Esses ativos reduzem o dano da radiação UV na pele e pode ser usado juntamente com o filtro solar  – explica a médica. – O tratamento deve ser orientado por um médico, pois a maioria dos produtos irrita ou mancha mais a pele se não utilizado de forma correta.

 

 

Câncer de pele

MELANOMA: é um tipo de câncer, e o mais perigoso, que atinge o tecido epitelial. Surge de células que produzem o pigmento da célula (os melanócitos). Ele envia metástases para outros órgãos do corpo, diminuindo o tempo de vida da pessoa. Por isso, quanto antes for diagnosticado, melhor.

 

Aparecimento: mais comuns em regiões da pele que ficam expostas ao sol. Pode evoluir de uma mancha já existente e que foi aumentando ou mudando de cor. O paciente deve ter cuidado, por exemplo, com aquela mancha que começou a coçar de repente ou a sangrar.

Melanose solar: comum em pessoas de mais idade, já expostas há muito tempo ao sol. Pode ser chamada também de manchas senis.

Aparecimento: são manchas pequenas que surgem na cor castanha. São mais comuns no rosto e nas mãos. Geralmente, pessoas de cor mais clara são mais acometidas por este tipo câncer.

Tratamentos para os dois casos: é realizado em consultório médico com o uso de nitrogênio.

 

VITILIGO: são manchas claras que surgem na pele pela redução do número ou da função dos melanócitos (células responsáveis pela produção da melanina).

 

Aparecimento: mais comuns na região de face, mãos e genitais. Acometem pessoas de qualquer idade e pioram devido à ansiedade e ao estresse físico e emocional.

Classificação: há diversos tipos de vitiligo, cada um com prognóstico próprio. Porém, dependendo do tipo clínico, pode haver regressão espontânea ou a partir de tratamento médico. O vitiligo pode permanecer focal indefinidamente ou se generalizar.

Tratamento: com corticosteróides, trioxsaleno, imunomoduladores, helioterapia, PUVA e enxertos cirúrgicos.

– O uso de filtro solar na área afetada é muito importante, pois o local despigmentado fica sensível ao sol, tendo o risco de desenvolver câncer de pele – lembra Daniela.

 

 

Dra Daniela Saporiti
Contato: (48) 3333-0922 – Florianópolis

Sobre Lise Crippa

Sou formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e Moda. Atuo em assessoria de comunicação e jornalismo de Moda. O universo Fashion faz parte da minha vida e do meu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.