Eu experimentei esmalte em gel: prós e contras da nova mania nos salões

Meninas, como estou indo viajar por um mês, resolvi experimentar o tal esmalte em gel e confesso que não havia pesquisado sobre o assunto, eu só queria mesmo uma solução para o meu esmalte durar durante a viagem. Olhando hoje pela Internet descobri alguns pontos negativos da técnica e que me deixaram em alerta. Cheguei à conclusão que não é um procedimento para ser usada sempre e eventualmente, talvez, não cause danos à saúde. Fiz as minhas unhas do pé e das mãos e o serviço total custou R$120 reais. Eu como jornalista tenho a obrigação de mostrar para vocês os prós e os contras, vamos lá?

O esmalte em gel é fotopolimerizado e só seca em contato com a luz UV ou LED – sem isso, ele fica molhado por horas. Portanto, para usá-lo, é preciso ter um equipamento específico de secagem. A cabine de LED leva 60 segundos para secar as unhas, enquanto a UV leva três minutos. Fonte: http://hypescience.com/esmaltes-em-gel-podem-estragar-a-unha-e-aumentar-o-risco-de-cancer-de-pele/

 

Produtos usados no salão que fui

 

Luz LED com o meu pé

Problema número 1: para retirar o esmalte, deve-se lixar a superfície da unha com uma lixa abrasiva para deixá-la porosa. Em seguida, é preciso deixar as unhas de molho em um produto para remoção de esmaltes. O específico para os esmaltes em gel leva de 15 a 20 minutos, e acetona cerca de 30 a 40 minutos. Depois desse tempo, você pode remover o esmalte em gel com a ajuda de uma espátula.

 

 

 Os contras: câncer de pele e UV

Segundo o Dr. Chris Adigun, da Escola de Medicina da Universidade de Nova York (EUA), as lâmpadas UV danificam as células da pele da mesma maneira que câmeras de bronzeamento fazem. “As mulheres que usam frequentemente esse produto devem considerar o risco de câncer de pele”, disse o Dr. Adigun. Ele ainda aconselha as mulheres a passar protetor solar em suas mãos antes de fazer as unhas com essa técnica.

Há a preocupação adicional de que as máquinas não são reguladas, ou seja, os consumidores não sabem quanta exposição aos raios estão recebendo.

Envelhecimento

Outro indesejável efeito colateral da exposição à luz UV é o envelhecimento da pele – ou seja, você pode acabar com unhas de aparência perfeita, mas mãos enrugadas.

Além disso, manicures de longa duração podem esconder quaisquer problemas nas unhas, como uma infecção ou tumor, e isso pode atrasar o diagnóstico.

“Qualquer manicure que dura um longo período de tempo não é uma boa ideia, porque você não está vendo o que está acontecendo debaixo da unha”, disse o Dr. Adigun.

Por fim, usuárias frequentes de esmaltes em gel há muito se queixam de que suas unhas começam a descascar e quebrar. O Dr. Adigun confirmou o processo de fato causa afinamento e fragilidade das unhas.

 

 

Pontos positivos:

Fiz com uma excelente profissional e a cor e aplicação ficaram perfeitas, não escorreu e não borrou, como muitas pessoas relataram em sites e blogs que pesquisei. Quando eu voltar de viagem mostrarei como as minhas unhas ficaram após 1 mês…Por enquanto estão bem bonitas e cheias de brilho.

 

4 comentários sobre “Eu experimentei esmalte em gel: prós e contras da nova mania nos salões

  1. adoro pessoas esmalte e em gel e melhor ainda ………………….. !!! vou pesquisar sobre isso ………………………………………….!!!!!!!!!!!!!……………!…<3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *