Estética: procedimentos menos invasivos para esta época do ano

 

Durante o verão, em função das altas temperaturas, fala-se um pouco menos  sobre as cirurgias plásticas. Muitas pessoas preferem aproveitar o calor e o período de férias para curtir o sol nas praias e piscinas, enfim, não querem se dedicar com os cuidados que os pós-operatórios necessitam.

Mas nem por isso é necessário esperar o inverno chegar para corrigir possíveis imperfeições, eliminar linhas de expressão ou garantir um aspecto mais jovem à pele; existem opções de procedimentos menos invasivos, que podem ser realizados em qualquer época do ano, mesmo no alto verão, e sem necessidade de internação.

 

O cirurgião plástico Anderson Saciloto, de Florianópolis, destaca duas técnicas entre as mais indicadas para a estação mais quente do ano: os preenchimentos faciais e a aplicação da toxina botulínica. Ambas são técnicas não-cirúrgicas, realizados em consultório e que não demandam de período de repouso superior a 24 horas.

 

irurgião plástico Anderson Saciloto, de Florianópolis – Foto Angelo Santos

Durante o processo de envelhecimento, a pele sofre uma série de alterações. Uma delas é a atrofia da derme e do tecido subcutâneo, gerando uma acentuação das rugas. Os preenchimentos são usados para as rugas chamadas estáticas – aquelas que mesmo sem ativar a musculatura da face já estão marcadas e evidentes. “Dispomos de substâncias em forma de gel, que quando injetadas abaixo de uma depressão promovem a elevação dessa pele, amenizando essas rugas e sulcos e diminuindo o efeito de ‘sombra’. De acordo com o grau da depressão, utilizaremos produtos mais delicados ou mais espessos”, explica Saciloto. Estes produtos podem ser compostos de acido hialurônico, polimetilmetacrilato (PMMA) e acido polilático. A durabilidade depende da substância a ser aplicada.

A toxina botulínica é utilizada para corrigir as rugas e as linhas de expressão que ocorrem na face. “Age bloqueando a ação dos grupos musculares onde é aplicada, de maneira temporária e reversível, impedindo a formação de rugas indesejáveis. Torna as linhas mais suaves e confere um aspecto de face descansada, além de atuar de forma profilática na formação de novas rugas e vincos”, diz o cirurgião Anderson Saciloto. Os efeitos da toxina botulínica são geralmente notados após 72 horas, e a duração média dos efeitos é de quatro a seis meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *