Cirurgia plástica: orelhas em abano têm solução

Crianças são muito cruéis com outras que tenham orelhas grandes. Quem nunca teve um amiguinho (a) “Dumbo” na infância, não é mesmo?  Na maioria das vezes, as orelhas em abano deixam marcas profundas no comportamento dos pequenos e muitos traumas.  Não existe idade para operar, mais o ideal é que seja entre cinco a sete anos, período em que as orelhas já estão totalmente formada e quase iguais ao tamanho adulto. Além do mais, por se tratar de um período pré-escolar, nessa fase começam os problemas de ordem psicológica. Dizem que o ator Brad Pitt já operou as orelhas, para vocês verem que adulto também pode se submeter à cirurgia, até os mais belos dos mortais.

Kate Hudson preferiu não operar
O ator bonitão teria operado as orelhas

 

Conversei com o cirurgião plástico aqui de Floripa Paulo Roberto Mendes e ele me contou que:

 

 

1. A CIRURGIA DA ORELHA EM ABANO DEIXA CICATRIZ?

A cicatriz desta cirurgia é praticamente imperceptível por localizar-se atrás da orelha, no sulco formado por esta e o crânio. Além do mais, como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar “quase imperceptível”.

 

 

2. QUAL O TIPO DE ANESTESIA?

Crianças: anestesia local com sedação em crianças menores e anestesia local em crianças maiores. Adultos: anestesia local ou anestesia local com sedação.

 

 

3. QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?

Anestesia geral: seis a 12 horas. Anestesia local (com ou sem sedação): três horas.

 

 

4. QUANTO TEMPO LEVA O ATO CIRÚRGICO?

Geralmente em torno de 90 minutos (bilateral), ou 60 minutos (unilateral).

 

 

5. HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?

Em todo e qualquer procedimento cirúrgico existe o risco de complicações inerentes ao paciente ou ao cirurgião. A cirurgia de orelha de abano é considerada uma cirurgia de pequeno porte, com baixíssimo índice de complicações as quais estamos acostumados a enfrentar.

 

 

6. HÁ DOR NO PÓS-OPERATÓRIO?

Geralmente não. Quando houver a intercorrência de discreta dor, poderemos combatê-la com analgésicos comuns.

7. COMO É O CURATIVO?

Faz-se a proteção da cicatriz com curativos pequenos. Protege-se a orelha (principalmente em crianças) nos primeiros dois ou três dias com uma espécie de touca, a fim de evitar traumatismos locais.

8. QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS? HÁ DOR?

Em torno do 14º dia. Praticamente não existe dor na retirada.

9. EM QUANTO TEMPO SE ATINGIRÁ O RESULTADO DEFINITIVO?

Assim que se retira o curativo já teremos em torno de 80% do resultado almejado. Após 12 semanas, o resultado será definitivo.

O antes e depois da cirurgia

10. NÃO HÁ O RISCO DE “VOLTAR O PROBLEMA DO ABANO” APÓS A CIRURGIA?

Desde que devidamente conduzida a cirurgia, o resultado será definitivo. Convém salientar que uma leve assimetria sempre ficará, pois mesmo as pessoas não operadas e que tenham orelhas normais, não apresentam simetria absoluta.

Cirurgião plástico Paulo Mendes, membro titular da SBCP

5 comentários sobre “Cirurgia plástica: orelhas em abano têm solução

  1. Olá. Muito legal essa matéria. Tenho 27 anos e fiz a cirurgia reparadora de orelha de abano aos 10 anos. Ninguém percebe e nem acredita quando conto que já fiz pois ficou bem natural. Na minha época, precisava de anestesia geral e para a recuperação era indicado usar aquelas faixas de cabelo por cima da orelha por duas semanas a um mês para garantir um resultado melhor.
    Sofri muito na infância com os apelidos por causa da orelha de abano, imagino o que eu teria passado na adolescência se não tivesse feito a cirurgia. Por isso, sou super a favor da cirurgia reparadora. Beijos!

  2. Fiz a cirurgia há 5 anos (com 20 anos) e foi a melhor coisa da minha vida! Agora posso fazer rabo de cavalo, coque, usar mais adereços, enfim, foi ótimo para minha auto-estima.
    No meu caso, precisei usar faixas de bailarina por 15 dias, mas comprei umas bonitas e virou um acessório.
    Recomendo demais!

  3. Nunca sofri com apelidos, mas fiz a cirurgia pq nunca prendia o cabelo e tinha vergonha, tive vergonha até mesmo de falar que havia feito, hj para mim falar sobre isso é super normal, recomendo muito para quem está a fim de fazer…só uma coisinha, dói muito o pós cirúrgico e é bom usar a faixa para não voltar pra frente e para cicatrizar bem, tomar analgésicos e anti-inflamatórios, pq incha bastante tbm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *