Arquivos mensais: outubro 2019

Os anos 1990 voltam a estar em evidência na moda


Nesta coluna darei uma pincelada nas tendências do próximo inverno 2020. As semanas de moda pelo mundo estão terminando, a São Paulo Fashion Week encerrou na última sexta e viajei recentemente para a Europa, dai você já sabe, quando chego minha cabeça fica transbordando de ideias e novidades e quero passar o quanto antes. Pude notar nas passarelas, nas ruas e vitrines que os anos 1990, enfim, devem entrar para a história da moda como os melhores. O reconhecimento chega para ficar em 2019. Com muita nostalgia, de quem viveu e aproveitou muito a década, a moda está sendo lançada e reinventada com algumas das tendências, para um novo e exigente público.

Foto: Dari Luz, especial

História

Vamos começar falando da locação das fotos: sabe aquele lugar que você passava em frente todos os dias na infância e tinha a maior curiosidade para entrar? Nos altos da Felipe Schmidt, bem no centro de Floripa, ali mesmo da rua, eu podia ouvir o barulho das máquinas funcionando a todo vapor da fábrica fundada, em 1913, por Carl Hoepcke e Ricardo Ebel.

Visionários, eles tinham a intenção de industrializar produtos têxteis, com maquinários de bordar trazidos da Alemanha, e que em 1928 já eram mais de 20. Na época, a fábrica passou a vender para outros países tornando-se uma das mais tradicionais empresas catarinenses do ramo. Em razão ao crescimento, no final da década de 1970, foi construída uma nova unidade fabril às margens da BR-101, em São José, que funciona até hoje e conta com equipamentos suíços de alta tecnologia e 80 colaboradores distribuídos em três turnos de trabalho.

A empresa vem passando por transformações significativas, foca em pesquisa e desenvolvimento de produtos com valor agregado e desta maneira aproxima-se do mundo fashion de ponta. A lista de clientes inclui grifes de moda, cama, mesa, banho, calçados e decoração, como também o varejo. O relacionamento com estilistas e a participação em eventos como a São Paulo Fashion Week conecta a empresa com as tendências mais atuais.

Amuletos

O catarinense, de Brusque, já conhecido no cenário fashion nacional e com passagem, e retorno, na Colcci e nas marcas da AMC TEXTIL, Daniel Mafra lançará na próxima quinta (24), na Bárbara K Joalheria, em Florianópolis, a coleção Amuletos. Trata-se da sua quarta experiência, junto ao projeto Damma, que é a junção do seu nome, e a Bárbara K. Daniel assina algumas licenças, atualmente ativas, com uma linha de almofadas, um coleção de porcelanas da Schmidt e uma coleção de joias.

As peças que serão lançadas são inspiradas no lúdico universo dos amuletos da sorte e no magnífico mundo dos zodíacos com um mix perfeito para amantes do cool-minimalista e que apostam na tendência que é a cara do verão. Dani usou pedras como, esperando, quartzo rosa, london blue e brilhantes em ouro rosé e amarelo. Os highlights são um escapulário batizado de Zodiac que ganha cor e forma exclusiva para cada signo. A esmeralda, em sua versão bruta e para toda a família mapa astral, aparece com ar minimal e traços arquitetônicos.

– O universo das joias é mágico e marca momentos e ocasiões. É incrível criar peças eternas, uma aventura muito especial e apaixonante, revela. Penso que vivemos um momento energeticamente pesado e carregar um amuleto de fé ou de sorte fortalece nosso dia a dia. Acredito muito na magia dos zodíacos, por isso, criei peças que fazem referência a este universo. Os traços arquitetônicos aparecem em linhas que ligam constelações de mapas astrais inclusive do meu – finaliza Daniel.

Túnel do tempo

Tie-dye: estou falando da tendência aqui desde o ano passado! O tie-dye voltou mesmo à moda como símbolo de estilo mais jovem e se resume ao espírito independente da geração Z e dos consumidores milenares e com designers como Louis Vuitton oferecendo a impressão psicodélica.

Alguns tons de cinza: o cinza certamente pode ser austero, mas nas tendências do outono internacional tiveram um efeito suavizador. A coleção outono/inverno de Tom Ford, por exemplo, estava repleta de ternos e outros tipos de roupas em tecidos luxuosos, com um visual monocromático com o tom batizado de Frost Grey. Já o cinza Paloma é mais leve e o resultado é um toque mais animado, exalando elegância e charme. É descrito pela Pantone como “despretensioso”, embora possamos garantir que os designers se esforçaram ao máximo para tornar o oposto verdadeiro.

Néon: os tons, principalmente amarelo neon e verde, reproduzem a sensação nostálgica de outros itens dos anos 1990, como mochilas, jaquetas jeans e bermudas ciclistas, além de adicionar um fator interessante ao vestuário esportivo contemporâneo.

Lingerie como roupa de dia: blusas de seda, blusas de alças finas e vestidos de bonecas eram usados pelos ídolos de garotas adolescentes dos anos 1990. O visual “Lolita” agradou, desde Drew Barrymore e Courtney Love, até a maioria das Spice Girls. No entanto, a tendência inspirada em lingerie é atualizada, através de uma visão mais madura. As silhuetas permanecem as mesmas, mas os designers estão descartando babados fofos e estampas sofisticadas em favor de camadas transparentes sofisticadas e seda para o dia.

Versace style: o exagero da Versace é um playground para fashionistas árduas. Nas últimas temporadas, a grife italiana revisitou peças de arquivo de suas coleções icônicas dos anos 1990, inspirando meninas, meninos a abraçarem sua Donatella ou Gianni interior. É uma fórmula simples de seguir: cores vivas, estampas opulentas, ouro e apelo sexual.  Espere encontrar essa tendência em roupas femininas, roupas masculinas e roupas de banho, onde o sabor de South Beach, praia de Miami, aparece sempre em grande estilo.

Gótico: o estilo do roqueiro gótico dos anos 1990 Marilyn Manson é tranquilamente comparado aos padrões atuais de moda. Na época, o auge eram o látex preto e meias rasgadas, hoje a moda gótica retorna na forma de jaquetas de couro pretas, renda preta e botas com solas de plataforma. Espere ver camisetas de shows e bandas vintage com nomes como Manson, Korn e Nine Inch Nails ganhar popularidade.1 of 6  

Calça e blusa Eva para Strass, acessórios casaco Zara, colar e bricos Gabriela Faraco e bota Arezzo. Foto: Dari Luz, especial
Bolsa Carmem Steffens, vestido Carol Bassi, bota Arezzo e brincos Gabriela Faraco. Foto: Dari Luz, especial
Vestido & Other Stories, joias Daniel Mafra para Bárbara K, bolsa Dior e chinelo Adidas. Foto: Dari Luz, especial
Macacão Carmem Steffens, brincos Gabriela Faraco, Casaco Zara e chapéu acervo. Foto: Dari Luz, especial
Vestido Francesca Loungewear, cinto Dior, brincos Gabriela Faraco, bota Arezzo e chapeu acervo. Foto: Dari Luz, especial
Body, bolsa e cinto Carmem Steffens, calça baggy Zara, brincos Gabriela Faraco e chapéu acervo. Foto: Dari Luz, especial

Volume nos ombros e retorno da calça Baggy: na temporada internacional de inverno tudo é uma questão de tamanho, especialmente quando se trata de ombros e mangas e as calças! Olha o modelo Baggy que coloquei na produção da coluna! Na Bottega Veneta, Alexander McQueen e Balenciaga os modelos são parecidos com balões, suavemente curvados e contornados, para um fascínio de alguma forma exagerado e gentil. Alberta Ferreti e Balmain estão com muitas calças, blusas e vestidos com volumes que estão me agradando, e muito.

Jeans largos: a versão contemporânea dos jeans mais larguinhos são modificadas com cortes um pouco mais sequinhos, lavagens vintage sustentáveis ​​e um toque mais suave. Atendem à demanda de conforto dos consumidores, enquanto equilibram a tendência crescente de tênis e sapatos de plataforma.

Flanela: Marc Jacobs selou o destino do grunge quando anunciou, em novembro passado, que relançaria sua icônica coleção Spring 1993. O grunge estava de volta, trazendo um novo destaque para vestidos de bonecas, gorros, botas e a marca de todos os looks do grunge, a flanela. Espere ver camisas de flanela xadrez superdimensionadas servirem como uma camada protetora durante a temporada de festas e entrar na temporada de outono para homens e mulheres.

Bolsas de nylon: Prada e Kate Spade conquistaram ouro nas bolsas nos anos 1990, com sua oferta de nylon — muitas das quais estão novamente no topo das listas de mais vendidos dos varejistas. A tendência para formatos funcionais de sacolas está abrindo a porta para fabricações práticas como o nylon, para ficar lado a lado com seus colegas de couro mais caros.

Espírito punk: entre em uma silhueta, que declara alto e claro que seu usuário é rebelde e inspirado, esculpindo seu caminho com tachas, desenhos quadrados e andróginos e todos os truques de estilo do punk, o grunge renasce com um estilo descontraído e desafiador, contrário à convenções. Aliás, por onde anda o cantor Billy Idol que, para mim, é a cara deste estilo tão em alta no início dos anos 1990?

Ouro: o metálico escolhido na última temporada foi o prata, mas para as tendências de cores do outono / inverno de 2020 o ouro tem o seu valor. Essa sombra rica representa luxo e opulência. As coleções trazem vestidos dourados e prateados, inegavelmente, lindos! E ainda jaquetas e casacos dourados ou prata combinados com estampas de animais em looks casuais de rua.Tocador de vídeo00:0000:30

Participaram deste editorial
Produção executiva, produção, styling, pesquisa de moda: Lise Crippa
Modelo: Júlia Conti/Ford Models
Fotos e tratamento de fotos: Dari Luz
Produção de cena: Larissa Maldaner
Beleza: Larissa Maldaner
Agradecimento: Luciana Hoepke, Camila Savedra
Marcas e lojas participantes: Arezzo, Adidas, Bárbara K Joalheira e Optica, BK Concept, Carol Bassi, Carmem Steffens, Dior, Eva, & Other Stories, Francesca Loungewear, Gabriela Faraco, Strass acessórios e roupas, Zara
Locação: Antiga Fábrica de Bordados Hoepke, futuro Top Vision Street Mall

Nova coleção Fernè com algumas peças assinadas por mim

Les Cinq Sens é a nova coleção da Fernè, marca catarinense de roupas em couro legítimo. Tati Greuel, diretora criativa, viajou pela França para buscar inspiração e referências de moda. Eu assino uma collab com  cinco peças, além de todo o conceito e styling da campanha . FOTOS: DARI LUZ/ MAKE Lari Maldaner

Vestido criado por mim para a Fernè

São cinco tons pastel batizados de baby blue, menta, rosa quartz, off white e lavanda divididos em 15 peças. Tati viajou para Giverny, DIJON , AVIGNON, L’Isle-sur-la- Sorgue, Gordes, Le Verdon, Marselha, Cassis, SAINT TROPEZ , NICE entre outros lugares especiais da região.A França é uma profusão de sensações e descobertas.

Outro vestido que leva a minha assinatura

-A região da Provence é linda, charmosa e surpreendente. Para quem vai a Valensole, região das mais famosas plantações de lavanda, espera ver milhares delas mas além de todo este colorido, não é só isso que se encontra, diz.

-Pelas estradas fomos surpreendidos por plantações enormes de trigo com colorações que vão do verde mais claro ao escuro, revela também. O vento sopra e nos presenteia com um espetáculo que parecem ondas dançantes de trigos em todos os seus tons de verde. Mais à frente, na beira da própria estrada, encontramos campos extensos de flores de todas as cores, vermelhas, amarelas e nos tons de rosa.

Macaquinho by me


Em todas as regiões que Tati conheceu pôde tirar uma informação para a coleção, que exaltou os cinco sentidos da natureza humana, o olfato, a audição, a visão, o tato e o paladar.

-A riqueza dos detalhes, da arquitetura, da gastronomia, dos aromas, da vegetação, das cores, dos sons faz da França um dos lugares mais fantásticos que já desvendei, finaliza.

Blusa da minha collab