Arquivo da tag: moda

Instituto Marangoni de Miami recebe Steven Kol e dá um passo para se tornar referência em moda

O Istituto Marangoni de Miami anunciou, na última semana, o lançamento da edição norte-americana do “In Conversation With”, no próximo dia 23. Com a presença de Steven Kolb,  presidente e CEO da CFDA, associação sem fins lucrativos  com as 350 agências de  moda mais importantes dos EUA, o evento tem o objetivo de transformar Miami em um centro de moda reconhecido internacionalmente.

Steven Kolb, presidente e CEO da CFDA

As palestras  mostrarão a experiência e a trajetória de heavy-hitters no mundo da moda e design para que os alunos aprendam, em primeira mão, com especialistas nesses campos. O projeto está sendo realizado em parceria com a renomada especialista em negócios de moda  Eva Hughes, que também estará moderando alguns encontros.

-Estou muito feliz em anunciar o lançamento deste novo projeto com a nossa nova integrante do conselho, Eva Hughes,  e estamos honrados com a participação do Steven Kolb da CFDA. Com o apoio de nomes de peso na moda estamos mais perto de alcançar nossa meta de sermos referência de moda em  Miami e nas Américas ”, diz Hakan Baykam, presidente do Instituto em Miami. “Este projeto também ajudará a dar aos nossos alunos uma oportunidade sem precedentes de troca, inspiração e criatividade, trabalhando para um futuro brilhante na moda, conclui. ”

O recém inaugurado Istituto Marangoni Miami oferece uma nova base para estudantes de moda locais e internacionais emergentes que desejam expressar sua criatividade e aprender as principais habilidades do setor. Com um corpo docente altamente qualificado, combinando professores e proeminentes profissionais locais, a escola oferece um diploma de Associado de Artes em Moda de dois anos Estudos, Bacharelado em Design de Moda, Fashion Styling e Fashion Business por quatro anos, também oferecendo Mestrado em gestão de marcas de moda e luxo, complementando vários cursos de curta duração e educação continuada workshops e seminários ao longo do ano letivo.

O desafio da moda e mercado de luxo para as próximas gerações

Tenho duas filhas, Roberta, 17 anos, e Valentina, 14 anos. Com elas estou aprendendo a transitar entre as várias gerações,  entender suas necessidades e rotas de futuro.  Roberta mora há dois nos EUA, acabou de entrar numa universidade americana e Valentina, apesar da pouca idade, já fez três intercâmbios, sendo o primeiro com apenas 9 anos. Elas fazem parte da geração Millenials ou geração Z que, ao contrário de nós, não abrem mão do seu tempo livre e valorizam a qualidade de vida. Não se prendem às fronteiras geográficas, possuem amigos e relacionamentos em todo o mundo. São consumistas, mas preferem viver experiências, como conhecer um lugar novo, por exemplo. Estes novos hábitos fazem com que a indústria da moda e do luxo tenha que se adequar e buscar caminhos para conquistar esta geração. (Esta matéria foi publicada também em http://ondm.com.br/category/lise-crippa/)

 

Os novos tempos exigem de nós, pais nascidos na geração X – que focam no trabalho para ter poder de compra – uma visão diferente sobre o mundo e as relações de consumo.

-Para atrair este público, as marcas terão que gerar um propósito, colocá-los no centro, ou seja, escutá-los, elaborar collabs, criações colaborativas. Uma coisa que está muito em alta é a customização. Cada vez mais eles têm vontade de customizar peças exclusivas e, principalmente, com algum propósito. A geração Z é desapegada do luxo óbvio, da estampa típica da marca, mas por outro lado, tem um propósito muito forte – Revela Mauro Nomura, Diretor do Grupo Nomura. 

 

Somente nos Estados Unidos, esta tribo de jovens compõe um número por volta de 70 milhões, ou cerca de 22% da população. De acordo com relatório recente do banco Goldman Sachs , entendê-los é importante, e não é só porque eles já controlam o equivalente a US$ 44 bilhões em poder de compra nos EUA, mas porque as mudanças de geração estão realmente ocorrendo em ritmo acelerado. O mercado mal processou o perfil da geração Y e já precisa começar a se preparar para os próximos consumidores, a geração Z, aqueles nascidos entre 1995 e 2009.  Segundo a Revista Época de junho de 2018, como a geração Z se tornará cada vez mais influente, as empresas precisam estar preparadas para torná-los parte da  estratégia de negócios. O que se sabe é que os Zs, a primeira geração de nativos digitais, mantêm a renda limitada como os millenials. Mas, em 2030, serão a maioria entre os consumidores. Eles são mais engajados socialmente, têm mente aberta, são pragmáticos e individualistas. Para conquistá-los, as marcas devem apostar em autenticidade, tecnologia e igualdade social.

 

-Neste universo volátil e difuso, as pessoas se importam cada vez mais com as causas que as marcas representam. A relação entre o propósito da empresa e o produto final são determinantes na hora da hora da compra. Empresas inspiradoras, que atuam com responsabilidade social, estão no topo da lista da sociedade contemporânea – afirma Romí de Liz, especialista em Comunicação e Marca na NSC Comunicação.

    

         Durante o painel, “O futuro do luxo. A oportunidade internacional e o desafio digital”, WRC 2017, a questão foi discutida entre Rohit Bal, fundador da empresa de moda que leva seu nome; Bijou Kurien, membro do conselho da L Catterton Asia; Martin Wikstrom, fundadora do Fundo Atelier e investidora do varejo, da marca de moda e acessórios Richemont; e Daniel Platt, Chairman do L Capital, moderador do debate. Os participantes são especialistas em design e branding de marcas de luxo e detêm o que há de mais estratégico e sensível sobre os desafios que devem ser enfrentados pelo varejo de luxo. Daniel Platt começou o painel destacando que o branding e a distribuição dos produtos de luxo serão varridos por um tsunami. A posse na sociedade contemporânea não significa mais o que já representou. São novos paradigmas dos consumidores. “Não sou mais o que compro. Sou o que faço”, afirmou. O efeito do consumo não está na compra, mas no seu significado.

Vivemos uma era empreendedora, criativa e inovadora, que busca fazer tudo com propósito e isso pode ser vivido, sentido e ensinado para os pais também, pois a conexão pais e filhos se tornará mais forte quando houver empatia entre as diferentes gerações. Os pais da geração consciente devem se preparar para o movimento deste novo mundo buscando viver com mais presença, ou seja, estarem conectados com o aqui e agora. Isso significa ter a mente aberta para novas possibilidades. Aproveite o movimento. Entre no flow – finaliza Chai Carioni, Business & Life Coaching. ( https://chaicarioni.com.br)

Meu look: em Naples para assistir ao fantástico pôr do sol típico da costa oeste da Flórida

Banhada pelo Golfo do México, na costa oeste da Flórida, Naples, cujo nome tem a ver com um destino de viagem na Itália, transforma pequenos prazeres em grandes acontecimentos. Foi lá que pude assistir de camarote ao mais lindo pôr do sol por aqui, num encontro de gente de todas as idades e nacionalidades. Clima de dolce far niente, embalado em uma dose certa de refinamento, a apenas duas horas de carro de Miami.

 

Vestido: Iorane

Bolsa: YSL

Chinelos: Hèrmes

Óculos: Fendi

Escolhemos o deck do Gumbo Limbo, bar do Ritz-Carlton Naples, para assistir de camarote ao fantástico pôr do sol típico da costa oeste da Flórida.

OCTA Fashion 2017 apresenta novos designers com superprodução

Na próxima terça (14) ocorrerá, em Floripa, a edição 2017 do Octa Fashion – desfile de graduação dos formandos de Moda da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). O evento apresentará ao mercado, coleções criadas pelos alunos formandos do curso de Design de Moda da universidade – considerado pelo Guia do Estudante o melhor do país. O OCTA Fashion 2017 lançará novos designers com superproduções e desfiles de minicoleções, mostrando a qualidade do trabalho desenvolvido na Udesc.

O local contará com uma passarela de 30 metros, estrutura profissional – com sistemas de áudio, vídeo e iluminação impecáveis, trilhas sonoras caprichadas, transmissão ao vivo via redes sociais para o mundo inteiro ver – e coleções que realmente chamam a atenção pelo alto nível e criatividade .

Matheus Castro leva para a passarela a coleção Disputo, motivada pelo filme Querelle, de Rainer Fassbinder.

-Pensar numa produção desse porte, com certeza, foi uma ideia ousada, principalmente para uma instituição de ensino. Deixamos de ser um desfile de formatura, muito simples, com foco nas famílias dos alunos. Atingimos um porte com repercussão nacional, tendo como principal público empresários e imprensa especializada. Isso refletiu diretamente no formato do evento, que hoje tem catálogo, revista, vídeo documentário, palestras e exposições voltadas a profissionais da área, comenta a professora especialista Balbinette Silveira, a Babi, idealizadora e maior incentivadora do projeto.


Terapia ocupacional da psiquiatra Nise da Silveira influencia a coleção de Taty Benczik

O curso de Design de Moda da Udesc tem uma grande procura por vestibulandos de todas as regiões do Brasil e também do exterior.

-Desde a escola eu sabia que queria estudar moda, mas em Honduras não tinha faculdade que oferecesse o curso. Procurei em qual país poderia estudar e o Brasil foi o que mais me chamou a atenção. Consegui entrar num convênio de educação entre Honduras-Brasil e entrei na Udesc, ressalta a estudante Ana Villanueva, que não tinha muito ideia do que esperar da faculdade. Não poderia ter feito uma escolha melhor. Todos esses quatro anos na UDESC me ensinaram muito. O mais legal foi ter um contato próximo com os professores, que te inspiram, elogia a estudante revelando ainda que as matérias e os projetos feitos durante o curso mostram os diferentes lados da moda e as muitas áreas de trabalho.

Serviço
OCTA Fashion 2017
Observatório de Culturas e Tendências Antecipadas
Desfile de formatura em Design de Moda da UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina)
Dia: 14 de novembro de 2017
Horário: a partir das 18 horas
Local: Centro de Eventos Gov. Luiz Henrique da Silveira – Canasvieiras
Florianópolis – SC

Marca fast fashion brasileira elege Cuba como cenário para campanha


Com as temperaturas nos termômetros subindo (nem tanto por aqui!), a partir de amanhã (16), as lojas da Riachuelo em todo o Brasil recebem a coleção de primavera/verão 2017. Para realizar as fotos de campanha, a produção levou na bagagem, 500kg de equipamentos e mais 13 malas de roupas para uma temporada de sete dias em Cuba, cenário e inspiração da coleção batizada de “Colores de Cuba”.

_MG_0752

Estrelada pela top baiana Daniela Braga, angel angolana Maria Borges, a fresh face carioca Larissa Canela e a promessa russa Yana Trufanova, a campanha foi clicada por Nicole Heiniger com styling de Rafaela Carmona e beleza de Daniel Hernandez e registrou desde a região histórica de Havana Vieja até os carros vintage conversíveis que circulam pela capital, Havana.

_MG_2233

O destaque fica por conta das imagens fotografadas no icônico edifício La Guarida. Construído em 1913, ele será e a Riachuelo foi a última marca a usá-lo para uma campanha de moda.

_MG_2129
Jovem

Sempre antenada no melhor das passarelas e do streetstyle, a jovem do lifestyle Pool Trendy traz de Cuba a principal inspiração para esta estação. Estampas coloridas em vestidos longos e saias midis ganham força misturadas com peças de crochê. Marinho, azul royal, branco e coral aparecem em estampas de tops assimétricos e vestidos com recortes. Contrapondo essas peças mais ousadas, o romantismo não perde seu posto e surge em vestidos com florais delicados em fundos claros e escuros, modelagens com babados e plissados e muitos tecidos fluídos. Tudo em tons de off-white, rosa e jeans delavê.

_MG_3337

_MG_2055

Sem dispensar o jeans e as t-shirts, a garota do Pool Street atualiza os básicos com duas inspirações: o clássicos estilo Navy e a temática mística. O primeiro revisita os clássicos listrados combinando-os com jeans franjados e puídos, hit absoluto do verão europeu. O vermelho e o marinho tão tradicionais ganham acentos de amarelo e aplicações de patches divertidos em macacões, salopetes, jaquetas bomber e pantacourts. Já os elementos do zodíaco – como constelações, lua, sol e estrelas – pontuam peças oversized combinadas a t-shirts assimétricas e alongadas. A lavanderia marmorizada em preto, branco e cinza traz detalhes metalizados, aplicações de tachas e um toque divertido com prints de frases bem humoradas.

Adulto

Equilibrando seu tempo entre suas muitas tarefas diárias, a mulher AK Urban tem na alfaiataria sua grande aliada. Em busca de sofisticação e praticidade, nesta estação ela aposta nas calças cropped de modelagem ampla, nas saias envelope em diferentes tecidos e nos tops plissados. Prints clássicos, como os florais e os geométricos, surgem em tons neutros – como o azul marinho e o bege – sempre combinados ao preto e branco. Faixas, amarrações, recortes e aplicações de aviamentos atualizam o look.

_MG_1052

Dona de um estilo leve e despojado, a AK Casual é uma mulher que valoriza o conforto sem perder a elegância. A camisaria listrada é o destaque deste Verão e aparece combinada a peças de linho em tons de azul índigo, verde e off white. Tops e vestidos ombro-a-ombro, calças-pijama estampadas e muitas batas – sejam lisas, estampadas ou bordadas – são os must-have no guarda-roupa.

_MG_4329

Esbanjando confiança, a mulher da marca Glamour é sexy e poderosa e transparece isso ao montar suas produções. Ela abusa dos animal prints, que nesta temporada fazem mix com os florais. Os babados são o desejo para os dias quentes, seja nas mangas, golas ou barras de calças e saias. Vestidos e saias ajustados ao corpo ganham aviamentos dourados e prateados enquanto assimetrias equilibram o look.