Arquivo da tag: mama tuberosa

Mama tuberosa: sabe o que é?

A mama tuberosa tem como característica ser pouco desenvolvida, mesmo na fase adulta. Por isso, a alternativa é a cirurgia mamária. Para explicar melhor como funciona o procedimento, entrevistamos o cirurgião plástico Gustavo Rosa, que atende no Ilha Hospital Maternidade. Há cinco anos, o especialista utiliza as próteses da Eurosilicone, representada no Estado pela Euromed. Segundo ele, “são próteses de excelente qualidade que proporcionam bons resultados com total segurança”.
1) Mulheres que possuem mama tuberosa podem colocar prótese mamária?
Gustavo Rosa: Uma das características das mamas tuberosas é o subdesenvolvimento do tecido mamário. A melhor forma de repor o volume deficitário é através da colocação de próteses mamárias.
2) O resultado fica satisfatório como se fosse uma mama normal?
Rosa: Existem vários graus de deformidade nas mamas tuberosas. Nas formas leves, o resultado é muito satisfatório. Porém existem mamas tuberosas com deformidade grave em que o resultado depende de cirurgias mais complexas com cicatrizes maiores, semelhantes às de mamoplastias.
3) A indicação para as mulheres que têm mama tuberosa é a cirurgia plástica? Há outro método?
Rosa: A única forma de corrigir a mama tuberosa é através da cirurgia, nas suas mais variadas formas.
4) Quais os cuidados pré e pós-operatório?
Rosa: Os cuidados pré e pós-operatórios são semelhantes aos das cirurgias mamárias, que envolvem repouso, especialmente nos braços, por um período de 15 dias. Não se expor ao sol e se afastar das atividades físicas por 30 dias também são outras recomendações.
5) A cicatriz se localiza onde?
Rosa: Por apresentarem uma aréola com diâmetro grande e uma base estreita, a abordagem periareolar constitui uma boa opção para o aumento mamário. Formas graves podem necessitar de cicatrizes maiores semelhantes a de mamoplastias.

6) Qual o tempo de recuperação?
Rosa: Nas formas leves, em que a cirurgia envolve apenas a colocação das próteses, um período de 15 dias para atividades leves e 30 dias para o retorno completo a uma vida normal. Na cirurgias mais complexas, um período mínimo de 30 dias é o recomendado.

7) É indicado se submeter ao procedimento no verão?
Rosa: A cirurgia pode ser realizada em qualquer época do ano.


 

 

 

O cirurgião plástico Gustavo Rosa