Sophie Charlotte aposta no equilíbrio em sua rotina de beauté e revela à Vogue seus segredos

Meninas, a “it girl” do momento é a atriz Sophie Charlotte e sei que vocês adorariam saber sobre os segredos de beleza da moça. Pois a Vogue acaba de desvendar a rotina da atriz, vamos saber mais um pouquinho? O ponto de partida para a personagem Amora foi a tesourada que o top hairstylist Fernando Torquatto deu nos habitualmente longos fios de Sophie. Fonte e fotos Reprodução: Site Vogue, Globo e Victoria Marchesi

Sophie Charlotte mudou o visual e passou a tesoura nos longos fios para viver Amora, a protagonista de Sangue Bom (Foto: Reprodução )

“Esse é um curto não curto demais, é bem versátil, dá para brincar bastante. A cor é um pouco mais clara do que a minha, o que ajuda no vídeo e dá uma diferenciada sem ser uma mudança gritante. O meu cabelo sempre esteve à disposição do meu trabalho e nunca tinham me pedido um corte tão curto. Estou adorando, dá um movimento diferente e foi muito importante para criar a Amora”, ponderou a atriz, que também revelou como cuida da beauté – e do amor próprio – em tempos de insatisfação pessoal reinante. “Acho que todo mundo tem um pouco disso, mas o grande equívoco é que a gente está sempre buscando um modelo ideal”, alerta.

  (Foto:  )

Além de hairstylist habitual de Sophie (a única outra vez que ela cortou as madeixas com outro profissional foi para a composição do seu primeiro papel na Globo, em 2006, em Malhação), seu pai também é seu maior incentivador – mesmo que as mudanças nos fios sejam um tanto quanto à contragosto do cabeleireiro. “Meu profissional predileto de beleza é meu pai, Mário Silva. E esse pode não ser o corte que ele imaginaria para mim, porém, como o resultado final está ligado ao meu trabalho, esse é o corte de que eu precisava. Foi ele quem me ensinou a valorizar o que eu tenho, a identificar os meus pontos fortes e acreditar que com um trabalho consistente isso se sobressairia”, diz.

A atriz confessa que na hora de prender o cabelo curtinho o jeito é recorrer a (muitos) grampos! (Foto: Reprodução e Divulgação/ Rede Globo)

Como é de se esperar, o know-how de beauté da atriz também veio da herança paterna. “O cuidado mais importante quando você modela sempre os seus cabelos é usar um preparador térmico, algum produto que blinde o seu cabelo o máximo possível antes de você entrar com secador, chapinha, babyliss”, compartilha. Quanto ao styling, ela confessa que o novo curto a deixa refém capilar temporária do bom e velho grampo. “Ele não é muito fácil de prender, mas quando você pega a prática de como usar grampos o cabelo não representa nenhum tipo de problema. Também aproveito que está na moda o cabelo um pouco mais displicente, com fios soltos”, ensina.

Outra fortíssima influência embelezadora – e também responsável pela autoestima confortável e nada arrogante com que a atriz lida com essas perguntas de beleza – é sua avó paterna, Dona Alva.

  (Foto:  )

 

 

A intérprete de Amora fala que, apesar de gostar de se maquiar, não tem lá muita paciência para fazer isso caprichadamente todos os dias, mas, se o dia é de festa, ela se mostra sem medo de experimentar: “ando sempre com um primer e um rímel da Yves Saint Laurent, que tem um cheirinho muito gostoso e dá um volume diferente nos cílios; gosto do corretivo em bastão da Shiseido, que é mais grossinho para carregar na bolsa, e também tenho um da Bobbi Brown para fazer a pele. Carrego um case da Tom Ford que eu adoro, um é para iluminar e o outro marca o rosto. O lápis que eu uso é um kajal da Guerlain e batom eu gosto de todos da Chanel, acho que as cores são bem bonitas. Além disso, sempre levo uma água termal e lenços demaquilantes”, compartilha a atriz.

Entre os produtos que não saem do seu nécessaire, primer YSL, água termal, duo Shade and Illuminate do Tom Ford, lenços demaquilantes, o kajal da Guerlain, rímel para volume da YSL e batons variados da Chanel (Foto: Reprodução )

 

 

Sophie fez balé clássico dos 5 aos 18 anos, quando se formou (Foto: Arquivo Pessoal e Reprodução)

No quesito corpo não haveria de ser diferente: a ponderação norteia o cotidiano da atriz, que jura não ser adepta de tratamentos de clínicas de estética, malhação desenfreada ou dietas radicais.  Outro aliado da boa forma é o balé, prática que Sophie cultiva desde os cinco anos de idade.

Sobre Lise Crippa

Sou formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e Moda. Atuo em assessoria de comunicação e jornalismo de Moda. O universo Fashion faz parte da minha vida e do meu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.