Jeans: a mais clássica das clássicas

Chamamos de jeans as calças feitas de tecido denim, inventadas por Jacob Davis e Levi Strauss em 1873. Strauss saiu da Alemanha e foi para Nova York em 1851, para se juntar ao irmão mais velho que tinha uma loja de produtos de secos e molhados – uma espécie de armazém da época. Lá, vendiam, entre outras coisas, tecidos de algodão. Strauss fabricava também itens funcionais, como tendas, cobertores de cavalo e capas de carroça. Um belo dia, um cliente encomendou um tecido que pudesse suportar o trabalho duro. Esta pessoa era o alfaiate Jacob W. Davis. Ele confeccionou o modelo com o denim, que comprou da Levi Strauss & Co, e o tornou mais forte colocando rebites de cobre nos lugares em que as calças rasgam mais. Bingo! Quando quis patentear, escreveu para Levi Strauss para se tornarem parceiros, e abriram uma fábrica maior. O resto da história, já sabemos!

Foto: Dari Luz/Especial

Fique de olho

  • As estampas xadrez, e as misturas delas com outras, já são hits no mundo do street style.
  • Os ponchos (aqueles que usamos na Serra, sabe?) chegaram na moda graças ao clima em constante mudança. O modelo se tornou uma solução para sair quentinha e fashion.
  • Calças de cintura alta prometem uma silhueta moderna e em denim ficam ainda mais cool.
  • Acreditem, as sobreposições pegaram mesmo e não se surpreenda se cruzar com alguém com o visual saia-sobre-calças por aí. Visto em todos os lugares, de Proenza Schouler a Calvin Klein, o truque de estilo cria um efeito de alongamento das pernas e adiciona um certo nível de peculiaridade fashion.
  • Nada de anormal cruzar com Lady Gaga usando algumas penas por ai. Num dia normal, para a maioria das mulheres, será aceitável usar alguns detalhes ou acessórios de penas. Sim, elas estão em alta!
  • Bolsas grandes, sapatos estranhos e até mesmo os acessórios mais extravagantes tomaram rumo neste inverno.
  • O denim foi estampado com logotipos, símbolos, pinturas e customizações, prova de que um apelo gráfico está cada vez mais em alta.

Marca de Santa Catarinaa

Foto: Dari Luz/Especial

A história da marca catarinense Monnari Jeans, de Rio do Sul, começou graças à matriarca, Laura Pasqualini, que trabalhava na Singer como costureira instrutora. Na época, ajudava na profissionalização de pessoas para o setor da indústria da região. Quando ficou viúva, criou e sustentou a família costurando para fora. Amava criar suas próprias roupas até os 87 anos, quando faleceu. Para a filha Lucélia, transmitiu a maior herança, a expertise, valores e gosto pela moda. Laura foi a responsável pelo legado e criatividade da marca que existe desde 1990.

Atualmente, a direção de estilo e desenvolvimento das coleções está por conta da dupla Jacqueline Lodetti e Janaina Molinari. A inspiração da coleção outono/ inverno 2019 surgiu numa viagem cultural por Milão, Firenze e Veneza, na Itália. Deste passei, nasceu a coleção batizada de Provaci.

— Para fugir do senso comum e imprimir sofisticação ao jeans, trouxemos novos shapes, inspirados na alfaiataria. O jeanswear vai muito além de uma calça, é um estilo que revela o espírito livre e faz um convite para a mulher se reinventar — define Jacque.

Urbana

A designer de Floripa, Giane Urbano, desenvolveu uma coleção batizada de Urbana para a conclusão do curso Superior em Tecnologia em Design de Moda da Unisul, em 2017. Inspiradas no estilo das ruas, as peças foram desenvolvidas com a técnica de dripping, com pinturas que são gotejamentos de tinta sobre o tecido. A coleção mostrou peças oversize, inspiradas no street style e na moda sustentável. “Foram gastos R$ 5 na coleção. Todo o material foi doado por amigos e eram roupas em jeans que não estavam sendo usadas”, conta Gi. “De cinco calças e quatro bermudas, eu consegui criar quatro peças para a minha coleção”, conclui.

Moda, arte e balada

O baiano Victor Nicoladeli é quem assina a arte das paredes do Social Spot Bar, na Pedra Branca, em Palhoça, a locação desta edição. Artista intuitivo, expressa em suas obras o universo da imaginação e busca sensibilizar por meio da introspecção. Segue a vertente da Arte Psicodélica, em que retrata uma percepção que questiona os sentidos das formas abstratas. Contrasta entre o monocromático e as cores, transformando pigmentos em sentimentos. O conjunto de elementos irregulares utilizados contextualiza uma expressão visualmente harmônica. “A arte está nos detalhes, enxergue tudo ao seu redor e viva a ilusão constantemente”, sugere o artista.

Ecológica

Foto: Dari Luz/Especial

A coleção outono/inverno da marca catarinense Colcci foi batizada de Denim Soul, destacando a presença do jeans. Nesta temporada, ele foi coroado com personalidade e rebeldia expressiva, além de pitadas de sex appel. A linha Eco Soul nasceu a partir da preocupação com os impactos ambientais causados pela indústria da moda. Os modelos seguem meios inovadores e sustentáveis. Funciona da seguinte forma: os resíduos do processo de fiação e sobras de fios são desfibrados e transformados novamente em fibra, reiniciando um novo ciclo. No tingimento, a seleção de químicos é desenvolvida sob as mais rigorosas normas ambientais e de qualidade. Contribuem para a redução de 80% do consumo da água. E, no processo de acabamento, o consumo de energia na secagem dos produtos é reduzido devido À união da fórmula de químicos, com a nova tecnologia de processo. Cem por cento da água utilizada na produção dos tecidos é tratada, sendo que 70% é reutilizada. 

Foto: Dari Luz/Especial
Foto: Dari Luz/Especial
Foto: Dari Luz/Especial
Foto: Dari Luz/Especial
Foto: Dari Luz/Especial
Foto: Dari Luz/Especial

:: Participaram deste editorial

Produção executiva, produção, styling, pesquisa de moda: Lise Crippa
Modelo: Lais Tomaselli (DN Models)
Fotos e tratamento de fotos: Dari Luz
Produção de cena: Larissa Maldaner
Beleza: Larissa Maldaner
Locação: Social Spot Bar (Rua Albatroz, 26, Pedra Branca – Palhoça)
Marcas e lojas participantes: Adidas, Colcci, Carmen Steffens, Giane Urbano, Gabriela Faraco, Forever 21, Monnari Jeans, Kenzo, Vans, Zara.

Sobre Lise Crippa

Sou formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e Moda. Atuo em assessoria de comunicação e jornalismo de Moda. O universo Fashion faz parte da minha vida e do meu trabalho.