Arquivos da categoria: Viagem

CasaCor Miami estreia no local mais “cool” da cidade

A CASACOR fez sua estreia em solo Norte Americano com 20 ambientes e mais seis intervenções artísticas em cerca de 2 mil m². Estive lá para conferir os oito renomados profissionais que representam o mercado brasileiro: Dado Castelo Branco, que assina o Family Room Office; Roberto Migotto, com o Art Trend, ambiente que mais gostei na mostra,  Studio Guilherme Torres, que apresenta o White Hotel; Paulo Alves, que homenageia a arte brasileira com o Tarsila Hall; Tatiana Moreira, responsável pelo Multifunctional Space for the Modern Man; e ainda, os profissionais que estiveram na CASACOR SP 2017: Leo Shehtman, com o Urbanitas Master Bedroom; Leo Romano, que expõe o Room With a View; e Gustavo Neves, que exibe o SKĒNĒ STUDIO.

Ambiente Roberto Migotto

O evento está no Brickell City Centre, espaço inovador de 450 mil metros quadrados. O empreendimento de US$ 1,05 bilhão, foi projetado pelo escritório Arquitectonica para a Swire Properties, uma das principais incorporadoras internacionais de imóveis urbanos do Sul da Flórida. A mostra ocupa três penthouses, dentro de uma das torres residenciais do empreendimento.

Nos altos da Casa Cor na Brickell

 

Sobre a CASACOR

 

Pertencente ao Grupo Abril, a CASACOR é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. O evento reúne, anualmente, renomados arquitetos, decoradores e paisagistas e em 2017 chega à sua 31ª edição em São Paulo, com 20 praças nacionais (Alagoas, Bahia, Brasília, Ceará, Espírito Santo, Franca, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina), e mais seis internacionais (Estados Unidos, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai e Peru).

 

Serviço

CASACOR Miami

RISE at Brickell City Centre
88 SW 7th Street
Miami, Florida, 33130

 Horários

 

12 a 16/12 das 12h às 18h

17/12 das 11 ás 15h

18/12 das 12h às 18h

04 e 11/12 não abrirá ao público

Meu look: em Naples para assistir ao fantástico pôr do sol típico da costa oeste da Flórida

Banhada pelo Golfo do México, na costa oeste da Flórida, Naples, cujo nome tem a ver com um destino de viagem na Itália, transforma pequenos prazeres em grandes acontecimentos. Foi lá que pude assistir de camarote ao mais lindo pôr do sol por aqui, num encontro de gente de todas as idades e nacionalidades. Clima de dolce far niente, embalado em uma dose certa de refinamento, a apenas duas horas de carro de Miami.

 

Vestido: Iorane

Bolsa: YSL

Chinelos: Hèrmes

Óculos: Fendi

Escolhemos o deck do Gumbo Limbo, bar do Ritz-Carlton Naples, para assistir de camarote ao fantástico pôr do sol típico da costa oeste da Flórida.

Para virar habitué: West Palm Beach

Até pouco tempo eu fazia uma confusão geográfica! Pois bem, West Palm Beach está no condado de Palm Beach, do qual é sede, trata-se de uma minúscula ilha, ao norte de Fort Lauderdale, costa leste da Flórida, pertinho de Miami.  Sem mistério, né?  Se você está em Miami dá pra ir num bate e volta, a cidade está a mais ou menos 1 h e a estrada é tranquila!

 

O lugar é muito bem frequentado pela nata americana, um charme para caminhar, fazer compras e para quem gosta de boa gastronomia, literalmente, um prato cheio.

 

Meu look em Palm Beach: Bolsa: Dior

Chinelo: Hermès

Óculos: Fendi

Vestido: The & Other Stories

Á Worth Avenue, cheia de lojas e descobertas fashion, é um parque de diversões para quem ama Chanel, Valentino e Hermès.

Worth Avenue cheia de lojas e descobertas fashion
Boutiques mais descoladas você encontrará aqui
Renato´s, restaurante italiano super tradicional em Palm Beach na  galeria da Worth Avenue, com lojas lindíssimas. O endereço é : 87 Via Mizner, Palm Beach, FL 33480

Piccolo Gelato Sorveteria bem em frente ao Renato´s

De carro podemos ver também as mansões mais bem cuidadas dos EUA e as propriedades mais incríveis.

Um programa imperdível aos domingos é o brunch do The Breakers, hotel lindo e super clássico, já fui uma vez com o Paulo, meu marido. Desta vez, com as meninas, almoçamos no Renato´s, italiano tradicional, mas já estamos combinando uma outra ida. Palm Beach é para virar habitué e voltar muitas e muitas vezes, amamos!

Dica de gastronomia: Restaurante Le Sirenuse em Miami

Quem já gostava do Restaurante Le Sirenuse em Positano pode curtir, desde abril em Miami, a autêntica comida italiana na Flórida. Anexo ao Hotel For Seasons, com restaurante e um champanha bar, o  endereço  traz todos os sabores mediterrâneos genuínos, o estilo dolce vita e as tradições de serviço da velha escola associada à sua base de Positano.

Com as filhotas Roberta e Valentina
Champanhe bar

Num local gloriosamente restaurado beirando os anos de 1930, nas margens de Surfside e num cenário de frente para  o mar, cheio de palmeiras,  o jovem Chef Antonio Mermolia apresenta um cardápio de pratos clássicos do lendário resort da Costa Amalfitana, bem como novas receitas que começam neste local, amamos!

 

Lise Viaja Croácia

Acabei de chegar da Croácia, lugar lindo, com mar azul e céu de brigadeiro. Além, é claro,  de muita história pra contar com suas conservadas construções remanescentes do período do Império Romano, como o Palácio de Diocleciano em Split.


Eu amei a Croácia! Ao fundo a bandeira do país

Pelas ruas de Split, nossa primeira parada. Palácio de Diocleciano que hoje comporta barzinhos descolados, lojinhas e muito agito

É bom saber que

Depois da I Guerra Mundial, a Croácia  passou a fazer parte do Reino da Iugoslávia. Em 1991, após abandonar a república iugoslava, sofreu as consequências de uma guerra com a Sérvia que deixou muitas marcas no país. De 1991 a 1995, grande parte da população se tornou refugiada, milhares de casas foram destruídas e muitas mortes entristeceram o mundo. Várias cidades sofreram bombardeios, como Zagreb e Dubrovnik. Em Dubrovnik monumentos históricos foram praticamente destruídos, mas após a guerra, em 1995, a cidade recebeu apoio da UNESCO e da União Europeia para ser reconstruída.

Ao fundo a Old Town em Dubrovnik

Nossa viagem 

A primeira parada foi em Split, a maior cidade adriática e que abriga o palácio do imperador romano Diocleciano, o carinha que já comentei ali no início. Caminhar à noite, dentro da cidade antiga, é viajar no tempo e na história, além de que  as ruelas e barzinhos escondidos nos lugares mais inusitados são um charme! Ótima estrutura de marinas, mas sem muita tradição de beach clubes , mesmo assim descolamos um perto do hotel que ficamos, o Zen,  reduto bem animado e com gente muito bonita, além de ter o mais lindo pôr do sol para se ver .

Pôr do sol no Zen em Split

Nossa segunda parada, a melhor e mais animada cidade, foi em Hvar. O local se destaca pelos agitos que lhe dá o status de Ibiza da Croácia.  Não deixe de fazer  um passeio de barco pelas ilhas e cavernas, como a Blue Cave e a Green Cave. Alugamos um barco privado para isso.

O Hula Hula é um bar que fica no caminho do Amfora hotel, bem legal  para ir passeando, à beira do mar e vendo as lojinhas locais. Chegando lá, tem pufes, DJ, comidas gostosinhas  e muitos drinks para passar o final de tarde, outro pôr do sol lindo! O reduto começa a bombar quando o sol vai ficando mais fraco e, como lota, é bom garantir seu lugar, faça reserva !

Final de tarde no Hula Hula em Hvar com meus companheiros de viagem Graci e Evandro Parente e meu marido Paulo
Final de tarde em Hvar

 

Em um passeio de barco pelas ilhas, saindo de Hvar, escolhemos almoçar no Zori. Este restaurante, na praia de Palmizana, Ilhas Pakleni, é sensacional. Visual incrível, atendimento excelente e comida maravilhosa. Tente conseguir uma mesa ao lado do mar e se não tiver também não tem problema, pois todo o clima conspira à favor, desde as mesas com flores naturais e o capricho no preparo dos pratos .

No Laganini beach club você chega de barco e o local é  surpreendente! Pegamos um bangalô incrível com consumação e valeu cada centavo! Fomos atendidos pelo Marcos, garçon atencioso e sempre pronto a nos servir…. Tudo muito exclusivo, até o mergulho era privado ! Foi a melhor escolha de Hvar.

Laganini beach club

Já Dubrovnik foi definida por Lord Byron como,  a “pérola do Adriático”, possui um centro antigo repleto de belezas e é enclausurada por uma muralha de 25 metros de altura, sendo assim a maior cidade fortificada do mundo. Dalí se tem as melhores vistas do Mar Adriático, como por exemplo, a praia de Ploce. A vida jovem da cidade é bastante presente graças às universidades locais e suas atrações culturais e históricas vão de fortes a monastérios, passando por museus e sinagogas.

Ruelas Dubrovnik
De cima do muro

Ficamos hospedados no hotel Excelsior, recém reformado e modernizado com uma arquitetura clean, mesmo tendo uma ala preservada num prédio bem antigo . O hotel tem uma vista incrível para a Old Town e é muito perto principais  restaurantes e points. O Takenoko restaurant e bar, por exemplo,  é um japonês bem pertinho, com comida ótima e ambiente charmoso, eu indico!  O 360 restaurante foi o melhor que fomos em Dubrovnik! Comida incrível, atendimento primoroso e visual de tirar o fôlego.

Vista Hotel Dubrovnik