Meus ambientes preferidos na Casa Cor SC 2016

A arquiteta e urbanista Mariana Pesca apresenta a Cozinha do Anfitrião, com 25,50 m². No projeto, buscou referências masculinas, contemporâneas e novas tendências. A base da pesquisa foi a Eurocucina 2016. “De lá veio a ideia de desenvolver a cozinha como um bloco de pedra”, explica. Toda a parte funcional da cozinha é revestida com Neolith, um produto composto de matérias primas naturais selecionadas, que após um processo decompactação, confere ao produto final uma superfície de alta performance.

Fotos: Lio Simas

20 FOTO LIO SIMASpq

Inspirado em Florença, o quarto feminino de 11 m², da arquiteta Francine Faraco apresenta detalhes clássicos associados à tecnologia. A cama personalizada, articulada e com iluminação própria é o ponto central do ambiente e fica emoldurada pela penteadeira e pelo roupeiro. O tampo em corian da penteadeira no tom fúcsia possui um sistema de carregamento de celulares e tampos deslizantes para acessar divisores internos. O roupeiro também inova com a aldrava dourada feita artesanalmente e que relembra o conceito de época e muita tecnologia no sistema de abertura, permitindo um móvel com pouca profundidade, uma tendência para ambientes compactos. A releitura do dossel é outro destaque e demonstra modernidade na forma de fixação, suspenso por cabos e aliado ao desnível de carpete dá destaque à cama.

17 FOTO LIO SIMASpq

 Muito charme e personalidade fazem parte da fachada da CASA COR SANTA CATARINA 2016, unidade Florianópolis. A VARANDA DO HISTORIADOR foi pensada e executada pelos profissionais Rose Campos e Marco Antônio Medeiros, num espaço de 45m2. Foi inserida uma mistura de estilos que abrangem arquitetura colonial eclética, por meio de elementos e adornos clássicos, com cores e texturas atuais. Acabamentos na parede, em bambu, com pintura automotiva e desenho exclusivo, destacam-se na fachada. A mistura de porcelanato e mármore na cor fendi, no piso, também ajudou a trazer um aspecto natural e aconchegante.

6 FOTO LIO SIMASpq

A arquiteta Juliana Pippi apresenta o ambiente Sala dos Poemas Oswaldo Cabral, de 32m2, na CASA COR SANTA CATARINA 2016, em Florianópolis. A inspiração foi a trajetória do ex-proprietário da casa, médico e historiador Oswaldo Cabral, destacando a importância da antiga biblioteca. Neste espaço a arquiteta propõe uma releitura do seu antigo uso e transporta um pouco da atmosfera da década de 1960para os dias de hoje. O estilo Art Déco aparece nos detalhes da composição, só que com um frescor contemporâneo. Foram restaurados o teto, que tinha um belo desenho original, e também o piso com madeiras nobres da época. As paredes receberam painéis forrados em veludo verde, que trazem um toque delicado e sofisticado à sala. A escolha do mobiliário e decor é criteriosa. O biombo, desenhado pela arquiteta, é exclusivo e apresenta um novo uso para a palha ‘raquete’, o que reforça o DNA brasileiro do ambiente.

IMG_7367

Sobre Lise Crippa

Sou formada em Jornalismo, pós-graduada em Marketing e Moda. Atuo em assessoria de comunicação e jornalismo de Moda. O universo Fashion faz parte da minha vida e do meu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *